Na Papuda, Valdemar Costa Neto começa a trabalhar

Ex-deputado (PR-SP) recebeu na última quarta-feira autorização da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal para trabalhar na área administrativa de um restaurante industrial no Núcleo Bandeirante, cidade satélite do DF; seu primeiro dia de trabalho foi nesta sexta

BRASÍLIA, DF - 19.11.2013: RÉUS/MENSALÃO/DF - O deputado federal Valdemar Costa Neto (PR-SP), condenado no processo do mensalão, deixa a Câmara dos Deputados na tarde desta terça-feira. A decisão sobre sua prisão pode sair ainda esta semana. (Foto: Pedro
BRASÍLIA, DF - 19.11.2013: RÉUS/MENSALÃO/DF - O deputado federal Valdemar Costa Neto (PR-SP), condenado no processo do mensalão, deixa a Câmara dos Deputados na tarde desta terça-feira. A decisão sobre sua prisão pode sair ainda esta semana. (Foto: Pedro (Foto: Ana Pupulin)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O ex-deputado federal Valdemar Costa Neto (PR-SP) foi mais um que recebeu autorização da Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal para trabalhar. O benefício foi aprovado na última quarta-feira 26 e Valdemar foi nesta sexta-feira ao primeiro dia de trabalho.

O ex-parlamentar atuará como auxiliar administrativo em um restaurante industrial no Núcleo Bandeirante, cidade satélite do DF. Ele foi transferido do Complexo Penitenciário da Papuda para o Centro de Progressão Penitenciária (CPP), onde ficam os detentos que podem trabalhar durante o dia.

Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, o dono do restaurante, que preferiu não se identificar, conta que Valdemar é o primeiro detento contratado pela empresa, mas diz que pretende contratar outros. Segundo ele, o ex-deputado o ajudará a organizar a parte financeira do estabelecimento e a entrar em contato com clientes.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email