Nassif analisa o “xadrez do grande negócio do combate à corrupção”

"O STJ é um tribunal polêmico, o STF igualmente. Existem Ministros polêmicos, sim", diz o jornalista Luis Nassif no Jornal GGN; "Mas a maior ameaça ao país, o quadro que levou à barbárie e ao fenômeno Bolsonaro, foram os poderes amplos conferidos à Lava Jato, a insubordinação de juízes e procuradores de primeira instância, cada qual criando seu território de poder particular"

Nassif analisa o “xadrez do grande negócio do combate à corrupção”
Nassif analisa o “xadrez do grande negócio do combate à corrupção” (Foto: Dir.: Fernando Frazão - Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Luis Nassif diz no Jornal GGN que "os dois elementos centrais na criação da cadeia de valor da luta anticorrupção foram os acordos de cooperação internacional e a legislação anticorrupção emplacada pelos Estados Unidos no âmbito da OCDE. Por ela, qualquer ato de corrupção envolvendo o dólar será colocado sob jurisdição norte-americana". Segundo a análise dele, "O STJ é um tribunal polêmico, o STF igualmente. Existem Ministros polêmicos, sim".

"Mas a maior ameaça ao país, o quadro que levou à barbárie e ao fenômeno Bolsonaro, foram os poderes amplos conferidos à Lava Jato, a insubordinação de juízes e procuradores de primeira instância, cada qual criando seu território de poder particular", diz. "O grande pacto nacional terá que se dar em cima da reconstrução das instituições, especialmente dos tribunais superiores e da Procuradoria Geral da República. Será a única maneira de impedir que o país se transforme definitivamente em um grande México, sob domínio político das milícias".

Leia a íntegra no GGN

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247