Nassif: demissão de secretário da Receita revela a guerra nos porões

“O Supremo Tribunal Federal (STF) está chegando ao seu maior teste: colocar um fim definitivo nos abusos dos porões”, diz o jornalista Luis Nassif em referência “as arbitrariedades e desrespeito às leis cometidos pela Lava Jato” e sobre “a ofensiva de Jair Bolsonaro para esvaziar o poder paralelo que se implantou na República e que atrapalha o poder das milícias”

(Foto: 247 | ABr)

247 - “O Supremo Tribunal Federal (STF) está chegando ao seu maior teste: colocar um fim definitivo nos abusos dos porões”, diz o jornalista Luis Nassif em referência “as arbitrariedades e desrespeito às leis cometidos pela Lava Jato” e sobre “a ofensiva de Jair Bolsonaro para esvaziar o poder paralelo que se implantou na República e que atrapalha o poder das milícias”. 

Em sua análise, “a psicologia dos porões é padrão em todas as épocas”. “Na ditadura, eram bombas no Riocentro, na OAB, em bancas de revista e no centro da cidade. Nos tempos atuais, por enquanto ainda é o uso da máquina do Estado para retaliar os críticos”, ressalta.

“O problema desses irresponsáveis é que, a reação contra eles será substitui-los por outro tipo de aparelhamento. É por aí que se entende a demissão do Secretário da Receita Federal Marcos Cintra. A intenção é aproveitar sua substituição para demitir todos os subsecretários, que são auditores fiscais concursados. E também conseguir a demissão do auditor fiscal do porto de Itaguaí, pulmão da economia das milícias”, afirma.

“É o resultado final dessa enorme lambança: o direito sendo massacrado pelo poder de Estado conferido à Lava Jato, e pelo poder das milícias se apropriando do Estado”, completa.

Leia a íntegra no GGN

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247