Nassif ironiza abertura da caixa preta do BNDES

O jornalista Luis Nassif diz que o portal de transparência criado não informa "o número de empregos gerados, o volume de impostos pagos ou o impacto sobre o desenvolvimento regional"; "Mas Bolsonaro não se importa com esses detalhes", ressalta

Nassif ironiza abertura da caixa preta do BNDES
Nassif ironiza abertura da caixa preta do BNDES

GGN - Na campanha, Bolsonaro prometeu abrir a caixa preta do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social). E exigiu o cumprimento da promessa pelo novo presidente do banco, Joaquim Levy.)

Daqui a alguns dias, Levy entregará o prometido, de forma organizada, transparente, deixando Bolsonaro, os generais Heleno e Mourão, e a torcida do Flamengo espantados com o detalhamento das operações.

Vamos escolher um grande grupo nacional, a Gerdau, por exemplo.

No sistema que Levy irá apresentar aos iluminados do Planalto, haverá uma tela inicial, onde colocar o nome do grupo.

No caso da Gerdau, haverá 7 projetos financiados.

Clicando em qualquer um deles, o primeiro, por exemplo, Bolsonaro irá para a segunda tela:

Três tipos de financiamento, portanto. Clicando no primeiro deles, se abrirá mais uma camada da caixa preta.

Na nova tela, 11 caixas pretas adicionais a serem abertas. Clicando na primeira, se verá na tela seguinte:

Há muito mais dados nessas caixas pretas. Por exemplo, o número de empregos gerados, o volume de impostos pagos, o impacto sobre o desenvolvimento regional. Mas Bolsonaro não se importa com esses detalhes. Eles quer saber dos dados de financiamento à exportação, inclusive de serviços de engenharia, que o doutor Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, considerou operação criminosa.

Ali, verá os nomes suspeitos de Angola, Cuba, Moçambique, antes que a Lava Jato destruísse o potencial de exportação da engenharia nacional.

Clicando em Angola, por exemplo, se verá a relação de obras financiadas:

 

Clicando em qualquer linha se terá, alvíssaras!, todos os dados do contrato (clique aqui).

E aí, serão abertas todas as caixas pretas do BNDES.

Aliás, quem quiser saber antecipadamente o que Joaquim Levy oferecerá a Bolsonaro, basta ir ao portal de Transparência do banco - http://www.bndes.gov/transparencia -, pois esses dados são públicos há muito tempo.

Mas como,). E, depois, ficar rezando que para a ignorância bruta da turma se contente com essas iguarias e não descubra que não existe caixa preta no BNDES.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247