Nelson Barbosa: teremos um embate entre medo e terror

O ex-ministro Nelson Barbosa afirma que o país está numa situação conjuntural complexa que se apresenta da seguinte maneira: na ausência da centro-esquerda como opção eleitoral, a centro-direita tende a disputar espaço contra o terror da extrema-direita; ele diz ainda que: “Se a prisão e o impedimento de que Lula participe das eleições se mantiverem até outubro, tudo indica que, em vez de uma nova disputa entre medo e esperança, teremos um embate suicida entre medo e terror"

Brasília - O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa durante coletiva no Planalto (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Brasília - O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa durante coletiva no Planalto (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) (Foto: Gustavo Conde)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O ex-ministro Nelson Barbosa afirma que o país está numa situação conjuntural complexa que se apresenta da seguinte maneira: na ausência da centro-esquerda como opção eleitoral, a centro-direita tende a disputar espaço contra o terror da extrema-direita. Ele diz ainda que: “Se a prisão e o impedimento de que Lula participe das eleições se mantiverem até outubro, tudo indica que, em vez de uma nova disputa entre medo e esperança, teremos um embate suicida entre medo e terror.”

“O problema é que, na ausência de um candidato de centro-esquerda, a centro-direita tende a disputar contra o terror da extrema direita. Contra a ideia de que o Brasil só “dá certo” com restrição de liberdades individuais, aumento de desigualdades e violência contra os mais pobres.

Existe alternativa na centro-esquerda. Na combinação de responsabilidade fiscal e social, no combate à corrupção sem viés político e, mais importante, na continuidade da inclusão social além das transferências de renda.”

Veja a coluna do ex-ministro aqui

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247