No Brasil, procuradores peruanos tentam fechar delação com Léo Pinheiro

A expectativa dos procuradores é que o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro fale principalmente sobre propina paga ao ex-presidente Ollanta Humala, que chegou a ficar nove meses preso; a construtora teve contratos de obras no Peru durante sua gestão; Humala foi delatado no acordo da Odebrecht

No Brasil, procuradores peruanos tentam fechar delação com Léo Pinheiro
No Brasil, procuradores peruanos tentam fechar delação com Léo Pinheiro
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Procuradores peruanos se reunirão com o ex-presidente da empreiteira OAS Léo Pinheiro, para fechar um acordo de delação premiada. Preso em Curitiba há quase três anos, o empresário já assinou acordo com o Judiciário brasileiro.

Segundo o jornal O Globo, a expectativa dos procuradores é que o empresário fale principalmente sobre propina paga ao ex-presidente Ollanta Humala, que chegou a ficar nove meses preso. A OAS teve contratos de obras no Peru durante sua gestão. Humala foi delatado no acordo da Odebrecht.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247