No TJ, relator vota por anulação da quebra de sigilos bancário e fiscal de Flávio Bolsonaro

O desembargador Antônio Carlos Amado votou pela anulação da decisão da primeira instância que quebrou o sigilo de Flávio Bolsonaro. Após o voto a sessão foi suspensa. As duas desembargadoras que ainda votarão pediram mais tempo para decidir

Senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ)
Senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) (Foto: Pedro França/Agência Senado - 25.9.19)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O desembargador Antônio Carlos Amado, da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio, votou pela anulação da quebra de sigilos bancário e fiscal do senador Flávio Bolsonaro e pela concessão de habeas corpus.

Após o primeiro voto a sessão foi suspensa porque as outras duas desembargadoras que votarão pediram mais tempo para decidir. A continuação da sessão ainda não tem data definida.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247