Noblat aposta em demissão de Weintraub

Para o jornalista, o recente pedido de exoneração da principal assessora de Weintraub, Priscila Costa e Silva, e a saída para férias do ministro indicam um esvaziamento do MEC

Abraham Weintraub
Abraham Weintraub (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Ricardo Noblat levantou a hipótese de que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, possa ser demitido em breve. Para ele, o pedido de exoneração da principal assessora do ministro, a jornalista Pricila Costa e Silva, e a saída de Weintraub para férias (12) indicam o esvaziamento do MEC.

"MEC esvaziado indica saída de Weintraub em 2020. Principal assessora do ministro pediu exoneração nesta quinta; Weintraub sai de férias nesta sexta e fontes acreditam que não volte ao ministério", escreveu. 

Além de Priscila Costa e Silva, outros integrantes do ministério estão deixando o cargo aos poucos, como é o caso do ex-presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Alexandre Lopes, que não está dando expediente desde a semana passada.

A jornalista Renata Cardoso, do Estadão, afirmou que fontes apontam no sentido de que Weintraub não voltará ao MEC em 2020.

De acordo com Bela Megale, em O Globo, "o núcleo duro do Planalto avalia que o governo federal está bem na Segurança com Sergio Moro, na Economia com Paulo Guedes, mas um desastre na Educação com Abraham Weintraub".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247