Noruega diz que Bolsonaro não pode alterar fundo bilionário da Amazônia 'sem consentimento'

O ministro do Clima e Meio Ambiente da Noruega, Ola Elvestuen, disse nesta quinta-feira (4/7) que o Brasil não pode fazer "mudanças na estrutura do Fundo Amazônia sem o consentimento" do governo norueguês.

(Foto: REUTERS/Paulo Whitaker)

247 - O ministro do Clima e Meio Ambiente da Noruega, Ola Elvestuen, disse nesta quinta-feira (4/7) que o Brasil não pode fazer "mudanças na estrutura do Fundo Amazônia sem o consentimento" do governo norueguês.

Em reportagem da BBC News Brasil, "a autoridade do país europeu admitiu que o encerramento do fundo é uma possibilidade real, mas disse que o objetivo do país é continuar a parceria com o Brasil. Segundo Elevestuen, a Noruega quer manter o diálogo com o Brasil diretamente e não 'por meio da mídia'."

A matéria ainda acrescenta que "hoje, a Noruega é responsável por mais de 90% das doações do Fundo Amazônia, lançado em 2008 como o maior projeto da história de cooperação internacional para a preservação da floresta amazônica. Em 11 anos, os noruegueses doaram cerca de US$ 1,2 bilhão (ou R$ 4,6 bilhões, em valores corrigidos) para o fundo. Em seguida estão os alemães, que doaram cerca de US$ 100 milhões (ou R$ 380 milhões). As doações são condicionadas, entre outros fatores, ao controle das taxas de desmatamento na floresta. Quanto menores, mais verbas são doadas pelos países-membros."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247