Novo ministro da Saúde deixa de apontar estados e capitais em situação de emergência por coronavírus

Última divulgação do Ministério da Saúde, que aconteceu no dia da posse de Nelson Teich, aponta que 7 estados e 12 capitais no Brasil estavam passando por situação de emergência

(Foto: Júlio Nascimento - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério da Saúde abandonou a prática de divulgar com regularidade, desde a posse do novo ministro Nelson Teich, no dia 17 de abril, as cidades do país que apresentam situação de emergência pelo avanço do novo coronavírus. Até a manhã desta quinta-feira (30) não há qualquer política substituta. A informação é do portal G1

Na gestão do ministro Luiz Henrique Mandetta, a pasta atribuía uma classificação para os estados e capitais que tinham coeficiente de incidência de casos de coronavírus de 50% ou mais (acima da média nacional). O índice destaca a proporção de infectados no total da população da localidade analisada.

A última divulgação do Ministério da Saúde, que aconteceu também no dia 17 de abril, destacava 7 estados e 12 capitais em situação de emergência.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247