Novo pedido de impeachment contra Bolsonaro é assinado por ex-presidente da Anvisa

Nova peça, assinada por profissionais de saúde, cientistas e pelo ex-presidente da Anvisa, Gonzalo Vecina Neto, acusa Bolsonaro de crimes de responsabilidade no enfrentamento da pandemia

(Foto: Sul21)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O novo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), logo em sua primeira semana no cargo já vai receber um novo pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro. Ao longo da gestão de Rodrigo Maia (DEM-RJ) como presidente da Casa, foram apresentados mais de 60 peças pedindo o afastamento do chefe do Executivo. Nenhuma delas foi analisada.

O novo pedido, segundo a jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, deve ser protocolado ainda nesta sexta-feira (5) e é assinado por profissionais de saúde, entre médicos, cientistas, enfermeiros e sanitaristas. Subscrevem o pedido, por exemplo, o fundador e ex-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Gonzalo Vecina Neto, e José Gomes Temporão, ex-ministro da Saúde.

Continue lendo na Fórum

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email