Número de famílias do Renda Cidadã será cortado em 3 milhões em relação à estimativa inicial

De acordo com as estimativas iniciais, o programa Renda Cidadã teria expansão de 6 milhões de famílias em relação ao Bolsa Família. Agora, o governo diminui previsão pela metade

Pessoas esperam em fila do lado de fora de agência da Caixa para receber o auxílio emergencial do governo durante a pandemia. 27/04/2020
Pessoas esperam em fila do lado de fora de agência da Caixa para receber o auxílio emergencial do governo durante a pandemia. 27/04/2020 (Foto: REUTERS/Ricardo Moraes)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo federal está considerando a possibilidade de diminuir a estimativa de pessoas a serem atendidas pelo programa Renda Cidadã, alegando que não tem dinheiro suficiente para seu financiamento.

Líderes do governo no Congresso discutiam há menos de um mês uma proposta que chegaria a 6 milhões de famílias a mais do que aquelas atendidas pelo programa criado na era Lula. Hoje, são pouco mais de 14 milhões.

Mas, de acordo com reportagem do jornalista Fábio Pupo na Folha de S.Paulo, o programa pode ter aproximadamente metade da expansão anunciada. Com isso, deverá atender 3 milhões de famílias a mais em relação a hoje e não 6 milhões.

O governo e o Congresso não veem espaço para um programa social mais robusto em 2021. A dupla Jair Bolsonaro e Paulo Guedes e a maioria conservadora do Congresso Nacional  estão presos à lógica do teto de gastos, que leva o governo a realizar uma política de arrocho dos gastos públicos. 

O valor a ser pago às famílias será de apenas R$ 240, numa situação em que será extinto o auxílio emergencial pago durante a pandemia. Inicialmente, este auxílio foi de R$ 600, depois reduzido a R$ 300 até dezembro, quando chegará ao fim.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247