“O cabo e o soldado já entraram no STF?”, questiona Boulos sobre Queiroz

O coordenador do MTST, Guilherme Boulos, criticou na decisão liminar do ministro Luiz Fux, que suspendeu nesta quinta-feira, 17, as investigações sobre as movimentações suspeitas de R$ 1,28 milhão de Fabricio Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro; "STF acaba de suspender a investigação de Queiroz a pedido de Flávio Bolsonaro. O cabo e o soldado já entraram no STF?", questionou Boulos pelo Twitter

“O cabo e o soldado já entraram no STF?”, questiona Boulos sobre Queiroz
“O cabo e o soldado já entraram no STF?”, questiona Boulos sobre Queiroz

247 - O coordenador do MTST, Guilherme Boulos, criticou na decisão liminar do ministro Luiz Fux que suspendeu nesta quinta-feira, 17, o procedimento investigatório instaurado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas suspeitas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). 

"STF acaba de suspender a investigação de Queiroz a pedido de Flávio Bolsonaro. O cabo e o soldado já entraram no STF?", questionou Boulos pelo Twitter. 

Fux, que responde pelo plantão judicial do Supremo até o início do mês que vem, suspendeu a investigação até análise do relator, ministro Marco Aurélio Mello, sobre uma reclamação protocolada no STF pela defesa do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). O processo corre em segredo de Justiça. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247