"O Exército fará a defesa de Pazuello. Ele é um importante membro da corporação", afirma especialista em Forças Armadas

Manoel Domingos Neto, um dos maiores especialistas em Forças Armadas no Brasil, afirmou em entrevista ao Giro das 11 da TV 247 que o ministro-general Pazuello não será abandonado pelo Exército, que fará sua defesa

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

 247 - Manoel Domingos Neto, professor visitante da Universidade Federal do Piauí e um dos maiores especialistas em Forças Armadas no Brasil, afirmou no Giro das 11 da TV 247 da última sexta-feira (28) que o general-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, não será abandonado pelo Exército, que assumirá sua defesa na ação movida no STF (Supremo Tribunal Federal) pela crise no Amazonas.

Indagado pelo jornalista Mauro Lopes e pelo articulista Jeferson Miola, Manoel disse que há um espírto corporativo que não será deixado de lado:  “As corporações farão de tudo para defender o governo, e hoje o calcanhar de aquiles é a Saúde. O Exército fará a defesa de Pazuello. Ele é um importante membro da corporação".

O professor ainda destacou o despreparo das Forças Armadas no que diz respeito à sua razão de ser: a defesa do país contra invasões externas. 

"As Forças Armadas se prepararam para conter as insatisfações dos brasileiros. Não estão preparadas para enfrentar situações extremas e defender o país de uma invasão externa. Isso é resultado do que eu chamo de trilema", diz.

“Ao longo de sua existência, as Forças Armadas não sabem se querem ser militares, policiais ou políticos. Querendo ser os três ao mesmo tempo, é fracasso nos três”, completa o professor.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email