“O que importa é que vivemos numa democracia”, diz FHC sobre decisão do STF

Um dos principais articuladores do golpe parlamentar que retirou do poder uma presidente honesta e legítima e colocou em seu lugar um político acusado de ser chefe de quadrilha, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi irônico ao comentar a decisão do STF que negou ao ex-presidente Lula o direito à presunção de inocência; "Essa é uma questão para juristas. Os juízes tomaram sua decisão. E o que importa é que vivemos numa democracia. Em que todos são iguais perante a lei. E, numa democracia, quem estiver insatisfeito pode recorrer", afirmou 

fhc
fernando henrique cardoso
fhc fernando henrique cardoso (Foto: Aquiles Lins)

247 - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, um dos principais articuladores do golpe parlamentar que retirou do poder uma presidente honesta e legítima e colocou em seu lugar um político acusado de ser chefe de quadrilha, foi irônico ao comentar a decisão do STF que negou ao ex-presidente Lula o direito à presunção de inocência. 

""Eu vou dizer uma só coisa, que é o seguinte: Supremo decide, a gente obedece. Eu não opinei nunca sobre essa matéria, porque não é uma matéria pra politico, é pra juristas. Quando tomada a decisão, acata. Quem estiver inconformado: recorre. Nós estamos numa democracia, isso é mais importante que qualquer coisa. E na democracia vale a lei e somos todos iguais perante a lei"", disse FHC na manhã desta quinta-feira em São Paulo, durante solenidade em homenagem à sua mulher, a antropóloga Ruth Cardoso, que morreu em 2008.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247