'O que tinha para falar, já falei no processo', diz Dodge sobre impugnar de Lula

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, evitou comentar as críticas feitas pelo advogado Luiz Fernando Casagrande Pereira, que atua na defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que afirmou nunca ter visto a PGR agir de forma "tão rápida até hoje" como para pedir a impugnação da candidatura de Lula; "O que eu tinha pra falar, já falei no processo. Eu continuo falando no processo", disse Dodge

'O que tinha para falar, já falei no processo', diz Dodge sobre impugnar de Lula
'O que tinha para falar, já falei no processo', diz Dodge sobre impugnar de Lula (Foto: Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, evitou comentar as críticas feitas pelo advogado Luiz Fernando Casagrande Pereira, que atua na defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que afirmou nunca ter visto a PGR agir de forma "tão rápida até hoje" como no pedido de impugnação da candidatura de Lula. "O que eu tinha pra falar, já falei no processo. Eu continuo falando no processo", disse Dodge.

O pedido de impugnação da candidatura de Lula foi feito menos de uma após a coligação O Povo Feliz de Novo (PT/PCdoB/Pros) pedir o registro nesta quarta-feira (15) junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Casagrande também questionou a pressa da PGR ao dizer que "o advogado nunca pode reclamar contra a celeridade do Judiciário, a gente só acha que, quem sabe se houvesse essa rapidez em todos os casos, o estoque de processos do Brasil estaria zerado". Questionada sobre o assunto, Dodge encerrou a entrevista com um seco: "Obrigada, viu, gente?".

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email