OAB pede apuração contra advogado de Cerveró

Presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcus Vinícius Coêlho, pediu abertura de processo ético e disciplinar para investigar o comportamento do advogado Edson Ribeiro, que defendida Nestor Cerveró e foi preso ontem sob a acusação de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato; ele teria recebido oferta de R$ 4 milhões para segurar a delação de Cerveró

Presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcus Vinícius Coêlho, pediu abertura de processo ético e disciplinar para investigar o comportamento do advogado Edson Ribeiro, que defendida Nestor Cerveró e foi preso ontem sob a acusação de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato; ele teria recebido oferta de R$ 4 milhões para segurar a delação de Cerveró
Presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcus Vinícius Coêlho, pediu abertura de processo ético e disciplinar para investigar o comportamento do advogado Edson Ribeiro, que defendida Nestor Cerveró e foi preso ontem sob a acusação de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato; ele teria recebido oferta de R$ 4 milhões para segurar a delação de Cerveró (Foto: Gisele Federicce)

247 – A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) abrirá um processo ético e disciplinar para investigar o comportamento do advogado Edson Ribeiro, alvo de mandado de prisão sob a acusação de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

Ribeiro defendia o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró e, de acordo com um áudio entregue às autoridades pelo filho de Cerveró, Bernardo, ele teria recebido uma oferta de R$ 4 milhões para não dar sequência ao acordo de delação premiada de seu cliente.

Bernardo Cerveró gravou a reunião realizada entre ele, o advogado, o senador Delcídio Amaral (PT-MS) e seu chefe de gabinete – os dois últimos também presos pela PF – porque desconfiava que o advogado de seu pai estava atuando para favorecer Delcídio.

O presidente da OAB pede que seja avaliada "possível infração ao código de ética da advocacia, assegurando-se ampla defesa" a Ribeiro. O advogado, que está em viagem aos Estados Unidos, teve o nome incluído na lista de procurados da Interpol.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247