Odebrecht pode mudar de nome e sair do Brasil

Investigada pela Lava Jato, empreiteira Odebrecht, que já teve parte da sua diretoria presa pela Polícia Federal, avalia a possibilidade de mudar o nome da companhia e até mesmo transferir sua sede para fora do Brasil, mais especificamente para Miami (EUA); transferência seroa uma forma de tirar a empresa do foco central das investigações e reduzir o desgaste; outras empreiteiras investigadas, como a Queiroz Galvão e a Andrade Gutierrez, também avaliam transferir suas sedes para o exterior

Odebrecht
Odebrecht (Foto: Paulo Emílio)

247 - A empreiteira Odebrecht, que está na alça de mira da Lava Jato e que já teve parte da sua diretoria presa pela Polícia Federal, avalia a possibilidade de mudar o nome da companhia e até mesmo transferir sua sede para fora do Brasil. Uma das possibilidades estudadas é a cidade de Miami, nos Estados Unidos. 

Segundo a colunista Sonia Racy, do Estadão, a empresa avalia que os seguidos desdobramentos da Lava Jato resultaram em um desgaste maior que o esperado e que a mudança ajudaria a tirar a empreiteira do olho do furacão.

Outras empreiteiras investigadas pela Lava jato, como a Queiroz Galvão e a Andrade Gutierrez também avaliam transferir suas sedes para o exterior. A Andrade Gutierrez estuda ir para a Cidade do México enquanto a Queiroz Galvão pensa e transferir sua sede para Madri ou Londres.

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247