Ofício da gestão Bolsonaro aponta indício de fraude em conduta de secretário de Doria

O caso teria ocorrido no apagar das luzes do governo de Michel Temer quando Vinicius Lummertz, hoje secretário de João Doria, era ministro do Turismo

Vinicius Lummertz
Vinicius Lummertz (Foto: José Cruz/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Relatório do Ministério do Turismo obtido pela Folha de S.Paulo via Lei de Acesso à Informação aponta suspeita de que o ex-ministro da pasta - hoje secretário do governo João Doria (PSDB) -, Vinicius Lummertz, tenha participado de ação fraudulenta no apagar das luzes da gestão Michel Temer (MDB).

"De acordo com o documento, apurações preliminares da corregedoria confirmaram indícios de 'graves condutas' praticadas pela pasta, que resultaram na anulação quase completa de pareceres que visavam recuperar cerca de R$ 20 milhões para os cofres públicos", conta a reportagem.

"Nas últimas semanas da gestão encerrada em dezembro de 2018 restou evidenciada a ocorrência de manobras pelas entidades, contando com o apoio de agentes do Ministério do Turismo mediante a criação de uma comissão especial para aprovar alguns convênios", afirma trecho do relatório.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247