Onyx desmente recuo nos cortes e diz que deputados aliados querem aparecer

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, confirmou que houve a ligação do presidente Jair Bolsonaro durante a reunião com líderes de partidos aliados, mas voltou a desmentir que a ligação se tratava sobre um recuo na determinação do corte no MEC; segundo o ministro, os deputados queriam "um pouquinho mais de luz"

Onyx desmente recuo nos cortes e diz que deputados aliados querem aparecer
Onyx desmente recuo nos cortes e diz que deputados aliados querem aparecer (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

247 - O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, colocou ainda mais gasolina na fogueira na crise causada pela determinação de corta verbas do orçamento da Educação. Acompanhando o ministro da Educação, Abraham Weintraub, que passa por sabatina na Câmara, Onyx disse que os parlamentares aliados que participaram da reunião com o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e relataram o recuo do governo no contingenciamento no orçamento da Educação "querem luz" e viram e ouviram uma coisa e divulgaram outra.

"Alguém, ou por que tinha interesse político ou porque queria um pouquinho mais de luz que os senhores [imprensa] podem dar. Entenderam algo que era completamente desconectado do que era dito. Como lhes serviam politicamente, sustentam essa afirmação", disse Onyx.

Nesta terça (14), alguns dos 12 parlamentares que estavam ao lado do presidente relataram que ele ligou durante a reunião para o ministro da Educação e pediu para que o corte fosse revisto.

Os deputados saíram do encontro e em discurso no plenário da Câmara, anunciaram o recuo que foi desmentido pela Casa Civil e pelo MEC. 

Onyx e o próprio Weintraub confirmaram que a ligação de Bolsonaro aconteceu, mas desmentiram que se tratava sobre o corte no MEC que levou milhares às ruas em todo o país nesta quarta (15). O desmentido do governo irritou os deputados.

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247