Operação Lava Jato vai entrar em luta de tudo ou nada contra Augusto Aras

A Lava Jato do Paraná vai entrar numa luta de tudo ou nada contra o Procurador Geral da República, Augusto Aras, exigindo uma nova prorrogação de suas atividades

Procurador-geral da República, Augusto Aras 25/09/2019
Procurador-geral da República, Augusto Aras 25/09/2019 (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Operação Lava Jato continua em guerra contra o chefe do Ministério Público Federal A força-tarefa de Curitiba vai exigir que o Procurador-Geral da República Augusto Aras prorrogue suas atividades, o que contraria projetos da própria PGR. 

"Há muito trabalho a ser feito e muitas investigações em andamento. Temos o dever de pedir uma prorrogação", justificou o procurador da República Alessandro Oliveira, novo coordenador da Lava Jato paranaense, informa o UOL.

Oliveira assumiu a operação em setembro, depois que Deltan Dallagnol deixou a força-tarefa. 

No mesmo mês, a PGR prorrogou a operação até 31 de janeiro de 2021. A prorrogação foi anunciada em meio a intenso debate e até troca de acusações. A Lava Jato queria uma extensão até setembro de 2021.

Na época, a PGR informou que órgãos do MPF que cedem procuradores à Lava Jato pediram uma prorrogação curta. Informou também que já existe um projeto para substituir as forças-tarefas por um órgão nacional de combate a corrupção. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247