Operação Zelotes também investiga participação de Cerveró

A Operação Zelotes, que apura casos de corrupção junto ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), responsável por julgar recursos de grandes contribuintes em débito com a Receita Federal, também investiga o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró; Cerveró já é investigado pela Operação Lava Jato, que investiga corrupção na estatal; o nome do ex-diretor, aparece em diversos e-mails trocados entre advogados e empresários com ex-presidente do 1º Conselho de Contribuintes – que antecedeu ao Carf -, Edison Pereira Rodrigues, que deixou o cargo em 2005

A Operação Zelotes, que apura casos de corrupção junto ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), responsável por julgar recursos de grandes contribuintes em débito com a Receita Federal, também investiga o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró; Cerveró já é investigado pela Operação Lava Jato, que investiga corrupção na estatal; o nome do ex-diretor, aparece em diversos e-mails trocados entre advogados e empresários com ex-presidente do 1º Conselho de Contribuintes – que antecedeu ao Carf -, Edison Pereira Rodrigues, que deixou o cargo em 2005
A Operação Zelotes, que apura casos de corrupção junto ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), responsável por julgar recursos de grandes contribuintes em débito com a Receita Federal, também investiga o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró; Cerveró já é investigado pela Operação Lava Jato, que investiga corrupção na estatal; o nome do ex-diretor, aparece em diversos e-mails trocados entre advogados e empresários com ex-presidente do 1º Conselho de Contribuintes – que antecedeu ao Carf -, Edison Pereira Rodrigues, que deixou o cargo em 2005 (Foto: Paulo Emílio)

247 - A Operação Zelotes, que apura casos de corrupção junto ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), responsável por julgar recursos de grandes contribuintes em débito com a Receita Federal, também investiga o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. Cerveró já é investigado pela Operação Lava Jato, que investiga corrupção na estatal.

Cerveró, que encontra-se preso sob a acusação de cobrar propina de empreiteiras para que estas pudessem fechar contratos com a Petrobras, aparece em diversos e-mails trocados entre advogados e empresários com ex-presidente do 1º Conselho de Contribuintes – que antecedeu ao Carf -, Edison Pereira Rodrigues. Edison deixou o cargo em 2005.

Cerveró figura como tendo recebido diversas mensagens em 2010, quando era u dos diretores da BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras no setor de logística. O advogado de Cerveró, Edson Ribeiro, disse que não passa de "ilação fantasiosa", a participação de Cerveró no esquema investigado junto ao Carf.

O esquema investigado pela Operação Zelotes pode ter causado prejuízos de até R$ 19 bilhões aos cofres públicos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247