Oposição pede que STF determine que governo Bolsonaro divulgue dados sobre a pandemia até 19h30

Ação impetrada pela Rede, PCdoB e PSOL visa reverter a determinação do governo Jair Bolsonaro de divulgar os dados diários sobre a pandemia do novo coronavírus somente após às 22h

Onda do coronavírus chegou e vai passar, a do desemprego não pode chegar porque demora, diz Bolsonaro
Onda do coronavírus chegou e vai passar, a do desemprego não pode chegar porque demora, diz Bolsonaro (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Rede, PCdoB e PSOL ingressaram com uma ação junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) para reverter a determinação do governo Jair Bolsonaro de divulgar os dados diários sobre  a pandemia do novo coronavírus somente após às 22h. na ação, impetrada neste sábado (6), os partidos pedem que a divulgação dos dados aconteça até às 19h30. 

As legendas alegam que Bolsonaro adota uma "posição negacionista" sobre a Covid-19 e vem dificultando o acesso aos dados sobre a doença, "violando diversos preceitos fundamentais da Constituição, sobretudo a proteção à vida e à saúde". 

Segundo reportagem do jornal O Globo, os partidos destacam na ação que "a gota d‘água é a acusação aos estados, do recém nomeado Secretário Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, de inflarem os dados para receberem mais recursos federais. A má-fé com fins estritamente político-eleitorais é evidente. Para Jair Bolsonaro e aqueles que o seguem cegamente, os dados técnicos, caso não sejam compatíveis com o que querem, estão errados ou foram manipulados”. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247