Oposição quer frear vaquinha das viagens de Dilma

O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), protocolou uma representação na Procuradoria-Geral da República, nesta terça (5), questionando a legalidade da vaquinha virtual promovida para angariar fundos que banquem o custeio das viagens da presidente eleita Dilma Rousseff; para ele, a “vaquinha” tem “motivação político-partidária”; a "Jornada pela Democracia" já arrecadou mais de R$ 662 mil

O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), protocolou uma representação na Procuradoria-Geral da República, nesta terça (5), questionando a legalidade da vaquinha virtual promovida para angariar fundos que banquem o custeio das viagens da presidente eleita Dilma Rousseff; para ele, a “vaquinha” tem “motivação político-partidária”; a "Jornada pela Democracia" já arrecadou mais de R$ 662 mil
O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), protocolou uma representação na Procuradoria-Geral da República, nesta terça (5), questionando a legalidade da vaquinha virtual promovida para angariar fundos que banquem o custeio das viagens da presidente eleita Dilma Rousseff; para ele, a “vaquinha” tem “motivação político-partidária”; a "Jornada pela Democracia" já arrecadou mais de R$ 662 mil (Foto: Valter Lima)

247 - O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), protocolou uma representação na Procuradoria-Geral da República, nesta terça-feira (5), questionando a legalidade da vaquinha virtual promovida para angariar fundos que banquem o custeio das viagens da presidente eleita Dilma Rousseff. 

Para Caiado, a “vaquinha” tem “motivação político-partidária” e sua logística (de “crowdfunding”) impede que seja checada a origem e a legalidade das verbas arrecadadas.

“É gravíssimo o fato de que, não obstante a evidente finalidade político-partidária das atividades que estão sendo custeadas pelos valores arrecadados por esse sistema, tudo leva a crer que a Justiça Eleitoral, órgão constitucionalmente responsável pelo controle das contas partidárias, restará impedida de apurar a origem e, por conseguinte, a própria licitude dos recursos financeiros doados”, diz a representação de Caiado.

A "Jornada pela Democracia" já arrecadou mais de R$ 662 mil (acompanhe aqui).

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247