Orientações de Bolsonaro só serão acatadas se técnicos concordarem, diz secretário do Ministério da Saúde

"Ela será implementada se nosso corpo técnico chegar à conclusão de que esse é o caminho", disse o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, sobre a proposta de "isolamento vertical", defendida por Jair Bolsonaro

Sem condições de defender Bolsonaro, apoiadores tentam pôr a culpa em Lula sobre sistema de saúde
Sem condições de defender Bolsonaro, apoiadores tentam pôr a culpa em Lula sobre sistema de saúde (Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, afirmou nesta quarta-feira, 25, que a pasta só irá adotar o "isolamento vertical", defendido por Jair Bolsonaro em meio à pandemia do novo coronavírus, se os técnicos e especialistas que auxiliam a pasta concordarem. 

"A pasta não vai fazer nenhuma mudança na sua sistemática. A pasta está estudando todas as possibilidades. É um tema que está sendo estudado por nossa equipe. No momento em que achar o melhor caminho, ele será feito. Não é porque houve uma determinação superior. Ela será implementada se nosso corpo técnico chegar à conclusão de que esse é o caminho", disse Gabbardo.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247