Padilha afirma que assunto da previdência termina em fevereiro

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse nesta quinta-feira que Michel Temer vai encerrar o assunto da reforma previdenciária no mês de fevereiro; segundo ele, a disposição do governo federal é de votar a proposta no mês que vem, mesmo sem a garantir a quantidade mínima de votos para aprovar a medida; "O presidente tem dito que quer em fevereiro encerrar esse assunto e nós estamos fazendo de tudo para votar e aprovar. A posição do governo é de liquidar esse tema em fevereiro", disse

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, durante evento no Palácio do Planalto em Brasília, no Brasil 20/12/2016 REUTERS/Ueslei Marcelino
O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, durante evento no Palácio do Planalto em Brasília, no Brasil 20/12/2016 REUTERS/Ueslei Marcelino (Foto: José Barbacena)

247 - O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse nesta quinta-feira (01) que Michel Temer vai encerrar o assunto da reforma previdenciária no mês de fevereiro.

Segundo ele, que participou de balanço sobre a reforma agrária, a disposição do governo federal é de votar a proposta no mês que vem, mesmo sem a garantir a quantidade mínima de votos para aprovar a medida.

"O presidente tem dito que quer em fevereiro encerrar esse assunto e nós estamos fazendo de tudo para votar e aprovar. A posição do governo é de liquidar esse tema em fevereiro", disse.

Ele afirmou acreditar que o Palácio do Planalto conseguirá os 308 votos, mas ressaltou que, como toda batalha política, há um momento que se deve parar.

"Nós temos uma batalha que deve ter um momento de parar. E, na nossa visão, é fevereiro. Nós queremos votar em fevereiro e estamos fazendo de tudo para ter os votos necessários", disse.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247