Padilha e Moreira forçaram saída de secretario que investigou preço de passagens

Os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco (Secretaria-Geral), ex-secretários de Aviação Civil, pressionaram pela saída do secretário nacional do Consumidor, Arthur Rollo, que acabou deixando o cargo; Rollo abriu investigação para verificar se os preços das passagens aéreas caíram de fato depois que as companhias aéreas passaram a cobrar pelo despacho de bagagens, o que ficou constatado que não aconteceu 

Brasília - O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, e o presidente da Fundação Ulysses Guimarães, Moreira Franco, participam de lançamento de livro comemorativo dos 50 anos do PMDB, na Câmara dos Deputados (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília - O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, e o presidente da Fundação Ulysses Guimarães, Moreira Franco, participam de lançamento de livro comemorativo dos 50 anos do PMDB, na Câmara dos Deputados (Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A saída do secretário nacional do Consumidor, Arthur Rollo, do cargo, ocorreu depois de pressão dos ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco (Secretaria-Geral).

Ex-secretários da área da aviação civil, eles não gostaram das iniciativas dele em relação ao setor.

Rollo abriu investigação para verificar se os preços das passagens aéreas caíram de fato depois que as companhias aéreas passaram a cobrar pelo despacho de bagagens. A medida descontentou os dois ministros do núcleo duro do governo de Michel Temer.

As informações são da coluna de Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

Ao contrário do que se esperava quando a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) permitiu que as companhias aéreas passassem a vender passagens que não dão direito a despachar bagagem, o preço das tarifas tem subido desde que as empresas começaram a adotar a prática. Entre junho e setembro, essa alta chegou a 35,9%, segundo dados da FGV. De acordo com levantamento do IBGE, entretanto, a elevação foi mais moderada, de 16,9%.

 

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247