País chega a mais de 92,4 mil mortos e de 2,6 milhões de infectados por Covid-19

Em 24h, a covid matou mais 1.212 pessoas no Brasil; número de novos casos ultrapassou 52 mil. Os dados são do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). A taxa de letalidade brasileira é de 3,5% e a de mortalidade, 44 por 100 mil habitantes

Cotidiano – movimento em Belém – Comércio 28 de julho de 2020
Cotidiano – movimento em Belém – Comércio 28 de julho de 2020 (Foto: Bruno Cecim/Ag.Pará)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasil de Fato - O número de casos da covid-19 no Brasil chegou a 2.662.485 nesta sexta-feira (31), com mais de 52 mil novos infectados e 1.212 mortos nas 24h desde a quinta (30). No total, já foram registradas 92.475 mortes por causa da doença causada pelo novo coronavírus em território brasileiro. 

Os dados são do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). A taxa de letalidade brasileira é de 3,5% e a de mortalidade, 44 por 100 mil habitantes.

Verdades e mentiras sobre a covid-19: o que diz a ciência?

O estado que mais registra números absolutos de casos e mortes é São Paulo, que ultrapassou a marca de 542 mil infectados e tem 22.997 mortes. O Ceará é o segundo com mais infectados (173.882) e está em terceiro em óbitos (7.668). Rio de Janeiro aparece em terceiro nos dados absolutos de infecções (165.495), mas tem a maior taxa de letalidade do país e contabiliza mais de 13 mil casos fatais.

O que é o novo coronavírus?

É uma extensa família de vírus causadores de doenças tanto em animais como em humanos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), em humanos, os vários tipos de vírus podem provocar infecções respiratórias que vão de resfriados comuns, como a síndrome respiratório do Oriente Médio (MERS), a crises mais graves, como a síndrome respiratória aguda severa (SRAS). O coronavírus descoberto mais recentemente causa a doença covid-19.

Como ajudar quem precisa?

A campanha “Vamos precisar de todo mundo” é uma ação de solidariedade articulada pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo. A plataforma foi criada para ajudar pessoas impactadas pela pandemia da covid-19. De acordo com os organizadores, o objetivo é dar visibilidade e fortalecer as iniciativas populares de cooperação.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247