Palocci é condenado por improbidade em ação quando era prefeito de Ribeirão Preto

A Justiça estadual condenou Antônio Palocci por improbidade administrativa durante a sua gestão como prefeito de Ribeirão Preto; na sentença, o juiz declara a suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco anos e o ressarcimento dos danos, em valor equivalente ao que foi pago indevidamente como gratificação aos servidores públicos, que é de mais de R$ 23 milhões

Palocci é condenado por improbidade em ação quando era prefeito de Ribeirão Preto
Palocci é condenado por improbidade em ação quando era prefeito de Ribeirão Preto (Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer)

247 - O ex-ministro Antônio Palocci foi condenado pela Fazenda Pública de Ribeirão Preto, por improbidade administrativa na sua gestão como prefeito do município, durante o ano de 2002.

Segundo o Blog do Fausto, do jornal O Estado de S. Paulo, a sentença, proferida pelo juiz Reginaldo Siqueira, da 1ª Vara da Fazenda Pública condenou Palocci a "suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco anos; ressarcimento dos danos, em valor equivalente ao que foi pago indevidamente como gratificação aos servidores públicos e a título de majoração nos contratos de locação dos imóveis e de prestação de serviços de organização do carnaval de rua”.

Palocci foi condenado pela "abertura de créditos adicionais suplementares ou especiais no orçamento anual sem a existência de recursos financeiros prevista no art. 43 da Lei nº 4.320/64, em valor excessivo de R$ 23.987.765,73".

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247