Palocci já ganhou regalias por delatar Lula

Antes de delatar, o ex-ministro Antônio Palocci ficava trancado na cela 22 horas por dia, saía só para banho de sol e conversar com advogados; sua situação mudou radicalmente para melhor depois de se tornar delator. Agora sua cela fica aberta toda a manhã

Antes de delatar, o ex-ministro Antônio Palocci ficava trancado na cela 22 horas por dia, saía só para banho de sol e conversar com advogados; sua situação mudou radicalmente para melhor depois de se tornar delator. Agora sua cela fica aberta toda a manhã
Antes de delatar, o ex-ministro Antônio Palocci ficava trancado na cela 22 horas por dia, saía só para banho de sol e conversar com advogados; sua situação mudou radicalmente para melhor depois de se tornar delator. Agora sua cela fica aberta toda a manhã (Foto: Gisele Federicce)

247 - Antes de delatar, o ex-ministro Antônio Palocci ficava trancado na cela 22 horas por dia, saía só para banho de sol e conversar com advogados – informa Walter Nunes, na Folha. Sua situação mudou radicalmente para melhor depois de se tornar delator. Agora sua cela fica aberta toda a manhã.

Ele pode circular pelo corredor e tem acesso ao pátio. Ganhou televisão e geladeira. E foi autorizado a plantar lavanda e alecrim. Palocci está preso na sede da Polícia Federal que também abriga Lula. O ex-presidente ocupa a Sala de Estado Maior, longe da carceragem. A delação ainda depende de homologação da PGR.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247