Para atrair Centrão, Ciro diz que não é contra a reforma trabalhista, mas contra a reforma de Temer

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) suavizou seu discurso em relação à reforma trabalhista em reunião com empresários na Abimaq; Ciro declarou que não se opõe uma reforma, mas que é contrário àquela aprovada por Temer; o pré-candidato que anteriormente havia prometido revogar o texto caso vencesse as eleições 2018,  disse que, ao falar em "revogar", fez uso de um "cacoete de professor"; o motivo da mudança é a conversa para obter apoio do "Centrão"

Para atrair Centrão, Ciro diz que não é contra a reforma trabalhista, mas contra a reforma de Temer
Para atrair Centrão, Ciro diz que não é contra a reforma trabalhista, mas contra a reforma de Temer (Foto: REUTERS/Paulo Whitaker)

247 - O presidenciável Ciro Gomes (PDT) suavizou seu discurso em relação à reforma trabalhista em reunião com empresários na Abimaq, de olho no apoio do Centrão. Ciro declarou que não se opõe uma reforma, mas que é contrário àquela aprovada por Temer. O pré-candidato que anteriormente havia prometido revogar o texto caso vencesse as eleições 2018,  disse que, ao falar em "revogar", fez uso de um "cacoete de professor". 

Ciro Gomes falou: "Essa reforma trabalhista, sem embargo de coisas boas, tem problemas. Ela trouxe ao mundo uma insegurança jurídica e insegurança econômica, e isso destrói o capitalismo. O meu compromisso é trazer essa bola de volta para o centro do campo e recolocar a discussão", disse o ex-governador do Ceará. "Da proposta aprovada, 10% são coisas aberrantes. Você acha que sindicalismo critica o negociado sobre o legislado? Não, falam da situação da grávida em ambiente insalubre".

"O presidenciável declarou ainda que seu compromisso com os sindicatos foi apenas de recolocar a discussão e disse achar razoável recolocar a possibilidade de uma contribuição sindical em acordos entre empregados e trabalhadores. Na busca por alianças com legendas do centro, Ciro tem procurado reorientar seu discurso. No final de semana, combinou com lideranças do centrão que seus assessores econômicos iriam sentar para ajustar as propostas, principalmente na área econômica. A primeira reunião aconteceu nesta terça-feira, segundo um dos economistas que o assessora, Mauro Benevides.

Ciro Gomes afirmou que as negociações com partidos do centrão para afinar o programa econômico não alteram a "essência" de suas propostas para o setor. Nesta terça-feira, Mauro Benevides, se reuniu com integrantes de partidos do "blocão" para convergir as propostas do plano de governo na economia." 

Leia mais aqui. 

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247