Para Ernesto Araújo, associação com nazismo é tentativa de denegrir direita

"Muitas vezes, a associação do nazismo com a direita foi usada para denegrir movimentos que são considerados de direita e que não têm nada a ver com o nazismo. Quero que as pessoas estudem, leiam a história de uma perspectiva mais profunda", disse o ministro das Reações Exteriores, Ernesto Araújo, ao ser lembrado que o Museu do Holocausto, em Israel, considera o nazismo uma ideologia de direita

Para Ernesto Araújo, associação com nazismo é tentativa de denegrir direita
Para Ernesto Araújo, associação com nazismo é tentativa de denegrir direita (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, voltou a afirmar que o nazismo foi um movimento político de esquerda. Em entrevista à Folha de SP nesta terça-feira (2), o chanceler brasileiro foi além e, após ser confrontado com o fato do Museu do Holocausto, visitado pela comitiva brasileira em Israel, dizer que o nazismo é de direita, disse que isso é uma tentativa de "denegrir a direita".

"É como eu digo: tem que ser visto o que se entende por essas definições de esquerda e direita. Nesses dias, têm surgido várias publicações, artigos que procuram identificar um pouco isso, estudar um pouco isso sob a perspectiva que eu procurei apontar. Semelhanças, proximidades que esses movimentos nazistas da Europa da metade do século 20 e movimentos de extrema esquerda", disse o ministro.

Para ele, é importante que as pessoas discutam "o que diferentes movimentos totalitários tem em comum".

"Muitas vezes, a associação do nazismo com a direita foi usada para denegrir movimentos que são considerados de direita e que não têm nada a ver com o nazismo. Quero que as pessoas estudem, leiam a história de uma perspectiva mais profunda", reafirmou Araújo.

PUBLICIDADE

Aqui em Israel, não há uma discussão se os nazistas eram de esquerda ou de direita. - Acho que são termos desgastados, temos que ver o que se entende por esquerda e direita. No nosso caso, a gente, o governo Bolsonaro, o Brasil, tem essa cara porque o povo brasileiro quis. Um país que luta pela liberdade, pela democracia e a mesmo tempo quer trocas econômicas com todos os países, sem que uma coisa afete a outra. Queremos levar nossos valores, por exemplo, de defesa da família, defesa da vida. Se quiserem chamar isso de direita, é direita.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email