Para Frei Betto, execução de prisões foi “injusta e despropositada”

Escritor, responsável pela indicação do ministro Joaquim Barbosa ao ex-presidente Lula, desaprova o que chama de "espetacularização" feita em torno das prisões de José Genoino e de José Dirceu; "Fazer espetáculo com a dor alheia é tripudiar sobre a dignidade humana", afirmou, em comentário à Rede Brasil Atual; arrependido?

www.brasil247.com - Escritor, responsável pela indicação do ministro Joaquim Barbosa ao ex-presidente Lula, desaprova o que chama de "espetacularização" feita em torno das prisões de José Genoino e de José Dirceu; "Fazer espetáculo com a dor alheia é tripudiar sobre a dignidade humana", afirmou, em comentário à Rede Brasil Atual; arrependido?
Escritor, responsável pela indicação do ministro Joaquim Barbosa ao ex-presidente Lula, desaprova o que chama de "espetacularização" feita em torno das prisões de José Genoino e de José Dirceu; "Fazer espetáculo com a dor alheia é tripudiar sobre a dignidade humana", afirmou, em comentário à Rede Brasil Atual; arrependido? (Foto: Gisele Federicce)


247 - O escritor e representante de movimentos sociais Frei Betto condenou nesta segunda-feira 25 o que chama de "espetacularização" das prisões dos petistas José Genoino e José Dirceu pela Ação Penal 470. Em tempo: foi ele o responsável pela indicação, ao ex-presidente Lula, para que Joaquim Barbosa passasse a integrar o Supremo Tribunal Federal (STF).

Hoje, Barbosa é o completo responsável pela ilegalidade das prisões, executadas com direito a holofotes. Na opinião do blogueiro Sergio Saraiva, do jornal GGN, a queda de Barbosa está próxima, uma vez que "ele não serve mais aos propósitos da elite" (leia aqui artigo de Saraiva publicada neste final de semana). Estaria Frei Betto arrependido da indicação?

Leia abaixo reportagem da Rede Brasil Atual a respeito:

Frei Betto: 'Espetáculo com a dor alheia é tripudiar sobre a dignidade humana'

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O assessor de movimentos sociais e escritor Frei Betto, comentarista da Rádio Brasil Atual, afirmou hoje (25) que considera desproporcional e injusta a maneira como estão sendo tratados os réus condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento da Ação Penal 470, o chamado "mensalão". Além disso, ele disse desaprovar a "espetacularização" feita ao redor da prisão de figuras como José Genoino e José Dirceu.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Devo dizer que considero ilegal, injusta e despropositada a maneira como eles foram detidos, na data da Proclamação da República. Fazer espetáculo com a dor alheia é tripudiar sobre a dignidade humana", afirmou. Para Frei Betto, esta é mais uma oportunidade para se pensar sobre a urgente necessidade de democratização dos meios de comunicação.

"Aliados do governo acusam a grande mídia de conivência com a espetacularização do julgamento. Por que o Planalto então não dá andamento a projetos de regulamentação e democratização da mídia brasileira? Por que não se impede a formação de oligopólios de comunicação? Por que a publicidade financiada pelo governo federal privilegia exatamente veículos de mídia que fazem oposição ao Planalto?"

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outro aspecto apontado como urgente pelo escritor foi uma ampla reforma política."Empreiteiras, bancos e mineradoras são as principais fontes de campanhas eleitorais. Espero que a reforma política, quando vier – e vamos torcer para que isso aconteça –, impeça candidatos de receberem dinheiro de pessoas jurídicas como empresas e bancos, e que só seja permitido doações de pessoas físicas, limitadas a um salário mínimo."

Ainda segundo ele, a reforma política possibilitaria um afastamento do governo federal de setores mais conservadores da sociedade. "Como o governo do Partido dos Trabalhadores pode se dar tão bem com gente que é do patronato brasileiro, e ao mesmo tempo mantém relações tensas com os movimentos sociais, como é caso dos movimentos dos indígenas e dos sem terra? Fora o PSDB e poucos partidos, todos os setores conservadores da sociedade brasileira hoje apoiam o governo federal", criticou.

Ouça abaixo o comentário de Frei Betto na Rádio Brasil Atual. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email