Para ministério de Defesa, Villas Bôas foi coerente

O Ministério da Defesa, comandado pelo general Joaquim Silva e Luna, divulgou uma nota sobre a declaração do chefe do Exército, Eduardo Villas Bôas, para quem o "Exército brasileiro julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição"; segundo o texto da pasta, "o comandante do Exército mantém a coerência e o equilíbrio demonstrados em toda sua gestão, reafirmando o compromisso da Força Terrestre com os preceitos constitucionais, sem jamais esquecer a origem de seus quadros que é o povo brasileiro"

Rio de Janeiro - O ministro interino da Defesa, General Joaquim Silva e Luna durante entrega medalhas de Mérito Desportivo Militar no Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais (Tomaz Silva/Agência Brasil)
Rio de Janeiro - O ministro interino da Defesa, General Joaquim Silva e Luna durante entrega medalhas de Mérito Desportivo Militar no Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais (Tomaz Silva/Agência Brasil) (Foto: Leonardo Lucena)

247 - O Ministério da Defesa divulgou uma nota sobre a declaração do chefe do Exército, Eduardo Villas Bôas, para quem o "Exército brasileiro julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição".

Segundo o texto da pasta, "o comandante do Exército mantém a coerência e o equilíbrio demonstrados em toda sua gestão, reafirmando o compromisso da Força Terrestre com os preceitos constitucionais, sem jamais esquecer a origem de seus quadros que é o povo brasileiro. E manifesta sua preocupação com os valores e com o legado que queremos deixar para as futuras gerações. É uma mensagem de confiança e estímulo à concórdia"

No Twitter, Villas Bôas postou a seguinte mensagem: "asseguro à Nação que o Exército brasileiro julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais. Nessa situação que vive o Brasil, resta perguntar às instituições e ao povo quem realmente está pensando no bem do país e das gerações futuras e quem está preocupado apenas com interesses pessoais?".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247