Paralisações afetam transporte público das principais cidades do País

A paralisação dos trabalhadores contra Michel Temer e a reforma da Previdência já afeta os transportes das principais capitais brasileiras; Em São Paulo, o metrô não funciona e os ônibus só começam a circular às 8h. No Rio, os trens operam normalmente, mas os ônibus não saem às ruas. Há atos previstos em quase todas as capitais

Ontem, a zona oeste da capital fluminense foi a mais prejudicada por causa da falta de ônibus
Ontem, a zona oeste da capital fluminense foi a mais prejudicada por causa da falta de ônibus (Foto: Giuliana Miranda)

247 - As principais capitais brasileiras amanheceram nesta quarta-feira, 15, com parte dos serviços públicos de transporte afetada por uma paralisação contra as reforma da Previdência e contra Michel Temer.

Em São Paulo, o metrô não funciona e os ônibus só começam a circular às 8h. No Rio de Janeiro, os trens operam normalmente, mas os ônibus não saem às ruas. Há atos previstos em quase todas as capitais.

Os protestos são organizados pelas frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, ligadas à Central Única dos Trabalhadores (CUT).

As informações são de reportagem de Bibiana Borges e Mateus Fagundes no Estado de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247