Paraná Pesquisas: 67% são a favor de novas eleições

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas foi o segundo nesta terça-feira 26 a desmentir os dados divulgados pela Folha de S. Paulo há pouco mais de uma semana, quando o jornal afirmou que 50% da população brasileira prefere a permanência de Michel Temer no poder e que apenas 3% querem novas eleições; de acordo com a amostra de hoje, 67% são favoráveis a uma nova eleição para presidente da República ainda neste ano, contra apenas 29,8% que são contra; mais cedo, o instituto Ipsos apontou que o presidente interino é rejeitado por 68% dos brasileiros e que 52% defendem a tese das novas eleições

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas foi o segundo nesta terça-feira 26 a desmentir os dados divulgados pela Folha de S. Paulo há pouco mais de uma semana, quando o jornal afirmou que 50% da população brasileira prefere a permanência de Michel Temer no poder e que apenas 3% querem novas eleições; de acordo com a amostra de hoje, 67% são favoráveis a uma nova eleição para presidente da República ainda neste ano, contra apenas 29,8% que são contra; mais cedo, o instituto Ipsos apontou que o presidente interino é rejeitado por 68% dos brasileiros e que 52% defendem a tese das novas eleições
Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas foi o segundo nesta terça-feira 26 a desmentir os dados divulgados pela Folha de S. Paulo há pouco mais de uma semana, quando o jornal afirmou que 50% da população brasileira prefere a permanência de Michel Temer no poder e que apenas 3% querem novas eleições; de acordo com a amostra de hoje, 67% são favoráveis a uma nova eleição para presidente da República ainda neste ano, contra apenas 29,8% que são contra; mais cedo, o instituto Ipsos apontou que o presidente interino é rejeitado por 68% dos brasileiros e que 52% defendem a tese das novas eleições (Foto: Gisele Federicce)

247 – Levantamento divulgado nesta terça-feira 26 pelo Instituto Paraná Pesquisas foi mais um que desmentiu a abordagem da Folha de S. Paulo. De acordo com a amostra, 67% dos entrevistados são favoráveis a uma nova eleição para presidente da República ainda neste ano, enquanto 29,8% são contra.

No domingo retrasado, a Folha divulgou em sua manchete principal, com base em dados do Datafolha, que 50% da população brasileira quer a permanência de Michel Temer na presidência e apenas 3% querem novas eleições, o que se provou ser uma fraude. A mesma pesquisa apontou que 62% querem novas eleições, mas o número não foi divulgado nem pelo jornal, nem por meio do relatório do instituto.

Uma segunda pesquisa, do instituto Ipsos, divulgada também nesta terça-feira 26 pelo jornal Valor Econômico, apontou que o presidente interino é rejeitado por 68% dos brasileiros e 52% defendem a tese das novas eleições. O percentual dos que defendem o impeachment também caiu de 61% para 48% entre março e julho desse ano.

O instituto Paraná Pesquisas também questionou a população sobre sua opinião a respeito do foro privilegiado para políticos. Dos entrevistados, 92,5% defendem que parlamentares e outras autoridades sejam julgados pela justiça comum, contra 4,3% que disseram ser favoráveis ao julgamento por instâncias superiores e 3,2% que não sabem ou não responderam.

Segundo a mesma pesquisa, 91,5% disseram que não votariam em algum candidato que teve o seu nome envolvido em investigações de corrupção, ante 5,9% que votariam. Para metade da população (50,4%), é indiferente saber se o candidato é ou não filiado ao PT na hora do voto. Já 42,9% responderam que saber essa informação faz com que tenham menos vontade de votar naquele candidato.

O instituto entrevistou 2.020 habitantes em 158 municípios entre os dias 20 e 23 de julho. O grau de confiança da pesquisa é de 95%, com uma margem de erro de dois pontos percentuais. Confira aqui a íntegra.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247