Parente prossegue com o esquartejamento da Petrobras

Empresa está se desfazendo de cerca de 7% de sua produção atual de petróleo em todo o mundo; são mais três ativos à venda dos campos marítimos; o desinvestimento será de 21 bilhões e o processo está acelerado

27/07/2016- Brasília - Presidente da Petrobras, Pedro Parente, durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto após encontro com o presidente interino Michel Temer (José Cruz/Agência Brasil)
27/07/2016- Brasília - Presidente da Petrobras, Pedro Parente, durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto após encontro com o presidente interino Michel Temer (José Cruz/Agência Brasil) (Foto: Gustavo Conde)

247 - Empresa está se desfazendo de cerca de 7% de sua produção atual de petróleo em todo o mundo. São mais três ativos à venda dos campos marítimos. O desinvestimento será de 21 bilhões e o processo está acelerado.

"A Petrobras pisou no acelerador e colocou à venda mais três ativos de seu portfólio de campos marítimos. Com uma meta de desinvestimentos de US$ 21 bilhões, para o biênio 2017/2018, a companhia cumpriu, até o momento, cerca de 20% do plano traçado e promete acelerar as negociações nos próximos meses", afirma o Jornal Valor.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247