Parentes indicados por aliados de Bolsonaro ocupam cargos no governo

Cargos em instituições ligadas à administração federal, como a Codevasf e a Funasa, estão sendo ocupados por indicados de aliados do governo Jair Bolsonaro

Bolsonaro aprendeu fake news com a mídia brasileira
Bolsonaro aprendeu fake news com a mídia brasileira (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Apesar de pregar o que chama de nova política, o governo Jair Bolsonaro vem abrigando indicados e apadrinhados políticos em diversos cargos da administração federal. Segundo reportagem do jornal O Globo, postos em instituições como a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e Fundação Nacional de Saúde (Funasa) estão sendo ocupados por indicação política. 

Em maio, Leonardo Férrer, filho do senador Elmano Férrer (Podemos-PI), se tornou ouvidor da Codevasf, apesar do voto contrário de um representante dos servidores da companhia que afirmou que o cargo deveria ser ocupado por um servidor de carreira. 

Na Funasa, que é subordinada ao Ministério da Saúde, a  mulher do líder do PL, Wellington Roberto (PB), Deborah Roberto, além de uma tia do deputado Gustinho Ribeiro (SD-SE), foram nomeadas para cargos na instituição em agosto de 2019. 

A superintendência do órgão na Paraíba é ocupada por Virgínia Velloso Borges, mãe do líder da maioria na Câmara Aguinaldo Ribeiro (PP-PB). Ela está no cargo desde 2017. 

O vice-líder do governo no Senado, senador Izalci Lucas (PSDB-DF),  tem o filho, Sérgio Fernandes Ferreira, instalado em uma diretoria do Ministério do Turismo. Ainda nesta linha, o deputado Julio Cesar (PSD-PI) conseguiu emplacar a nomeação da irmã, Jacqueline Carvalho Maia, como assessora da presidência da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247