Partido Novo perde um terço dos filiados em dois anos

Legenda que nasceu com a campanha da criminalização da política perdeu 16,1 mil filiados em apenas dois anos

www.brasil247.com - João Amoêdo, fundador do Novo
João Amoêdo, fundador do Novo (Foto: Agencia Brasil-EBC)


247 - Legenda criada em 2011, em meio à campanha de criminalização da política e surfando no lavajatismo, o partido Novo perdeu um terço de seus eleitores filiados nos últimos dois anos.

De acordo com levantamento feito pelo Metrópoles, a sigla, em dezembro de 2019, contava 48,4 mil associados, em uma ascensão paralela à eleição de Jair Bolsonaro (PL). Desde então, perdeu 16,1 mil filiados (-33,2%) e conta hoje com 32,3 mil associados.

Com isso, a legenda é o quinto menor partido do país, na frente apenas de PSTU, PCB, PCO e UP.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No ano passado, o candidato a vice-presidente em 2018 na chapa de João Amoêdo pelo partido Novo, o empresário e professor Christian Lohbauer anunciou em um vídeo nas redes sociais que sairia da legenda, da qual foi um dos fundadores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email