Paulo Guedes é processado por discurso ofensivo contra servidores públicos

Entidades representativas de auditores fiscais federais, estaduais e municipais ingressaram com uma ação coletiva por danos morais contra o ministro da Economia, Paulo Guedes por ter feito discurso ofensivo contra servidores públicos

Ministro Paulo Guedes
Ministro Paulo Guedes (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma ação contra o ministro da Economia foi protocolada na Justiça Federal em Brasília contra o ministro da Economia Paulo Guedes. Ele ofendeu servidores públicos. Guedes poderá ser condenado ao pagamento de indenização no valor de R$ 200 mil por danos morais. 

Em fevereiro, Guedes comparou servidores públicos a "parasitas", informa O Estado de S.Paulo. “O cara (funcionário público) virou um parasita e o dinheiro não está chegando no povo”, disse o ministro em 7 de fevereiro. 

Na segunda-feira passada (27), Guedes cobrou contribuição dos servidores na crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. "Precisamos também que o funcionalismo público mostre que está com o Brasil, que vai fazer um sacrifício pelo Brasil, não vai ficar em casa trancado com geladeira cheia e assistindo a crise enquanto milhões de brasileiros estão perdendo emprego", disse, ao lado de Jair Bolsonaro.

O presidente da Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco), Charles Alcantara, diz que Paulo Guedes é irresponsável ao utilizar o cargo e a visibilidade de sua imagem para tentar convencer os brasileiros de um discurso que ofende os servidores públicos. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247