Paulo Guedes gera novo impasse com governadores e prejudica repasse de dinheiro do plano de socorro

O ministro da Economia Paulo Guedes quer vetar repasse do FPE (fundo pelo qual o Tesouro transfere dinheiro para os estados) em troca de a União pagar dívidas com bancos internacionais

Ministro da Economia, Paulo Guedes
Ministro da Economia, Paulo Guedes (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um novo embate surgiu entre governadores e o Ministério da Economia na discussão sobre o plano de socorro financeiro aos estados e municípios. 

Reportagem dos jornalistas Thiago Resende, Ricardo Della Coletta e Iara Lemos informa que os  governadores resistem em perder o repasse do FPE.

Um trecho aprovado no plano de auxílio financeiro aos governadores e prefeitos permite que os gestores não tenham prejuízo caso suspendam o pagamento das dívidas com organismos multilaterais. Guedes quer que isso seja vetado.

Na reunião dos governadores com Jair Bolsonaro, o primeiro governador a falar em nome de todos, Reinaldo Azambuja, do Mato Grosso do Sul, pediu que Bolsonaro não vete o artigo que trata das regras em caso de suspensão das dívidas com bancos internacionais.

O veto inviabilizaria a suspensão do pagamento das dívidas com organismos multilaterais, que traria um alívio aos estados de R$ 10,7 bilhões.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247