Paulo Marinho diz que aceita fazer acareação com Flávio Bolsonaro

O empresário Paulo Marinho afirmou nesta segunda-feira (20) que está disposto a participar de uma acareação com o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no inquérito que investiga denúncia de vazamento da Operação Furna da Onça

Empresário Paulo Marinho
Empresário Paulo Marinho (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - “Estou à disposição do MPF para a acareação com o senador – é só marcar data, hora e local que lá estarei”, escreveu Marinho no Twitter.

O empresário reafirma seus depoimentos anteriores, e questionou as declarações de Flávio desta segunda: “ Reafirmo tudo que relatei nos meus três depoimentos. Já o senador assumiu que esteve na minha casa na reunião do dia 13/12/18, mas não soube de nada. Francamente, senador!”

Flávio prestou depoimento nesta segunda em investigação aberta para apurar , que revelou movimentações financeiras atípicas nas contas de seu ex-assessor Fabrício Queiroz e o arrastou para o centro de uma investigação criminal sobre desvios de salários de funcionários na Assembleia Legislativa do Rio, informa o Estadão. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247