Paulo Moreira Leite: Lula precisa de proteção, o Brasil não é faroeste

Na tarde desta terça-feira (27), a caravana de Lula sofreu um atentato a tiros em uma estrada do Paraná. Paulo Moreira Leite condenou a falta de segurança: "o ex-presidente Lula precisa estar amparado pela guarda nacional, sob escolta, ele está abandonado neste sentido, o Brasil não pode virar em terra de ninguém, aqui não é faroeste"; assista a íntegra 

Na tarde desta terça-feira (27), a caravana de Lula sofreu um atentato a tiros em uma estrada do Paraná. Paulo Moreira Leite condenou a falta de segurança: "o ex-presidente Lula precisa estar amparado pela guarda nacional, sob escolta, ele está abandonado neste sentido, o Brasil não pode virar em terra de ninguém, aqui não é faroeste"; assista a íntegra 
Na tarde desta terça-feira (27), a caravana de Lula sofreu um atentato a tiros em uma estrada do Paraná. Paulo Moreira Leite condenou a falta de segurança: "o ex-presidente Lula precisa estar amparado pela guarda nacional, sob escolta, ele está abandonado neste sentido, o Brasil não pode virar em terra de ninguém, aqui não é faroeste"; assista a íntegra  (Foto: Lais Gouveia)

TV 247- O programa "Boa Noite 247" desta terça-feira (27), teve como pauta principal o atentado a tiros que o ônibus da caravana de Lula sofreu. O veículo foi atingido por três balas enquanto transitava por uma estrada no Paraná. Por sorte, ninguém se feriu.

Aqui não é faroeste 

Paulo Moreira Leite condenou a falta de segurança: "o ex-presidente Lula precisa estar amparado pela guarda nacional, sob escolta, ele está abandonado, o Brasil não pode virar terra de ninguém, aqui não é faroeste", afirma.

Alex Solnik considera que o atentado foi político e que o país já se encontra em campanha eleitoral antecipada: "a tendência do clima de ódio é aumentar daqui para frente", alerta.

Ataque terrorista

Leonardo Attuch classifica o ato como terrorista: "é necessário denunciar ao mundo este atentado, chamar a responsabilidade dos meios de comunicação que incitam o ódio da população e também convocar todos os candidatos a rechaçarem as ações violentas", avalia.

 Inscreva-se na TV 247 e confira o programa "Boa Noite 247"

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247