Paulo Pimenta irá solicitar desarquivamento de acusações de Tacla Duran contra Moro e Dallagnol

Deputado Paulo Pimenta afirmou que “as denúncias arquivadas de Tacla Duran envolvem não só a indústria das delações mas também uma série de outros ilegalidades cometidas por Sergio Moro e Deltan Dallagnol”

Pimenta e Damous visitam Tacla Duran, que denunciou máfia das delações
Pimenta e Damous visitam Tacla Duran, que denunciou máfia das delações (Foto: Paulo Pimenta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado Paulo Pimenta anunciou em suas redes sociais que irá protocolar nesta quinta-feira (3) uma pedido de desarquivamento das denúncias do advogado Rodrigo Tacla Duran contra o ex-juiz Sergio Moro e o procurador da República, Deltan Dallagnol. 

Pimenta relatou foi a Madrid, em outubro de 2017, com o ex-deputado Wadih Damous e conversou com Tacla Duran. “Reunimos toda documentação e fizemos uma representação na @MPF_PGR que foi arquivada sem investigação”. 

Ele explicou que “as denúncias envolvem não só a indústria das delações mas tb uma série de outros ilegalidades cometidas por Sérgio Moro, Deltan Dallagnol e os Golden Boys. A @MPF_PGR nunca quiz investigar nada.”

Saiba mais 

O procurador-geral da República, Augusto Aras, retomou a negociação de um acordo de delação premiada com o advogado Rodrigo Tacla Duran, que mira um amigo de Sérgio Moro, e pode ser usada para atacar o ex-ministro da Justiça - ao deixar o cargo no dia 24 de abril, o ex-juiz denunciou tentativa de interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal. Em 2016, a Operação Lava Jato rejeitou a proposta de delação e Tacla Duran, que era operador financeiro da Odebrecht em contas no exterior e teve seu acordo de colaboração recusado por suspeita de omissão de atos ilícitos e ocultação de dinheiro. Ele está foragido.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email