Paulo Teixeira: reenvio de proposta de capitalização da Previdência é inconstitucional

Neste sábado (10), Jair Bolsonaro disse que pretende reenviar a proposta com o sistema de capitalização na Previdência. mas segundo o deputado Paulo Teixeira (PT-SP), o reenvio é "inconstitucional"

(Foto: LUIS MACEDO - CÂMARA)

247 - Retirada do texto-base durante a votação na Câmara dos Deputados, a proposta de capitalização da Previdência deve ser reapresentada pelo governo. Neste sábado (10), Jair Bolsonaro disse que pretende reenviar a proposta com o sistema de capitalização na Previdência assim que finalizar o trâmite no Senado.

“A ideia é enviar brevemente tão logo se resolva a Previdência”, afirmou Bolsonaro.

Para o deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP), o reenvio do proposta fere a constituição.

"É inconstitucional a proposição de uma nova PEC da previdência criando o regime de capitalização. Fere o artigo 60, parágrafo 5 da Constituição Federal", disse o parlamentar. 

O referido artigo estabelece que "matéria constante de proposta de emenda rejeitada ou havida por prejudicada não pode ser objeto de nova proposta na mesma sessão legislativa".

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247