Pazuello defende militares no Ministério da Saúde e diz que ficarão por "só 90 dias"

"Temos o apoio do Ministério da Defesa, é um apoio temporário, em princípio serão só 90 dias. São pessoas preparadas para lidar com esse tipo de crise", disse o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello

Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello participa da 73ª Assembleia Geral da Saúde. Brasília, 18/05/020.
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello participa da 73ª Assembleia Geral da Saúde. Brasília, 18/05/020. (Foto: Erasmo Salomão/MS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro interino da Saúde defendeu nesta quinta-feira (21), em reunião tripartite do Sistema Único de Saúde (SUS), que reúne representantes da União, estados e municípios, a presença de militares no  Ministério da Saúde.

Pazuello afirmou que os oficiais que integram a pasta são capacitados para os cargos que ocupam e disse que estes militares ficarão por "só 90 dias". "Para deixar claro isso a todos: temos o apoio do Ministério da Defesa, é um apoio temporário, em princípio serão só 90 dias. São militares da ativa também, que vêm trabalhar para ombrear conosco nesse momento. São pessoas preparadas para lidar com esse tipo de crise".

Ele contou também que os militares serão substituídos ao longo do tempo. 'Neste momento, precisamos desse tipo de preparo para somar às especialidades médicas, farmacêuticas, de enfermagem, da área da saúde. Para que as duas áreas juntas possam efetivamente dar uma resposta organizada, célere e adequada a cada lugar. É temporário e vou ter que substituí-los ao longo dos 90 dias por pessoas que vão sendo escolhidas e apresentadas, e a gente vai selecionando e colocando já no momento de mais normalidade".

O jornalista e novo âncora da TV 247 Rodrigo Vianna criticou a ausência de um comando qualificado no Ministério da Saúde do governo Jair Bolsonaro.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247