Pazuello promete verba para leitos de UTI e 230 milhões de doses de vacina até o fim de julho

“Totalizaremos até 31 de julho quase 231 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19, ou seja, o suficiente para dar tranquilidade de proteção à população contra essa doença”, prometeu o ministro da Saúde no Fórum de Governadores

Fórum de Governadores com o ministro Pazuello
Fórum de Governadores com o ministro Pazuello (Foto: Divulgação / Twitter Fátima Bezerra)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, se reuniu nesta quarta-feira (17) com governadores para tratar do agravamento da crise da pandemia e do processo de vacinação contra a Covid-19. A reunião foi conduzida pelo governador do Piauí, Wellington Dias (PT).

Segundo participantes do Fórum de Governadores, Pazuello atendeu à demanda dos governadores por verba para novos leitos de UTI com o agravamento da pandemia e assegurou que os leitos “serão devidamente pagos”.

Vacinação

Pazuello também garantiu 230 milhões de doses de vacinas até o fim de julho. “Totalizaremos até 31 de julho quase 231 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19, ou seja, o suficiente para dar tranquilidade de proteção à população contra essa doença”, afirmou.

Para além das doses da vacina Oxford/AstraZeneca/Fiocruz, da Sinovac/Butantan e do consórcio Covax, o Ministério da Saúde ainda conta com 10 milhões de doses das vacinas Sputnik V, do Instituto Gamaleya, da Rússia, e 20 milhões de doses da Covaxin, do Barat Biotech, da Índia.

Segundo Pazuello, o país deve receber ainda em fevereiro mais 2 milhões de doses da AstraZeneca/Fiocruz, importadas da Índia, e 9,3 milhões da Sinovac/Butantan, produzidas no Brasil.

Em março, o governo espera 18 milhões de doses do Butantan e 16,9 milhões da AstraZeneca. Nesse mês começam chegar ainda 2,6 milhões de doses do consórcio Covax, 400 mil da Sputnik e 8 milhões da Covaxin.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email