PCdoB pede à PF que investigue autor de áudio contra Lula em voo

A presidente nacional do PCdoB, deputada Luciana Santos (PE), as deputadas Jandira Feghali (RJ) e Jô Moraes (MG) e a senadora Vanessa Grazziotin (AM) pediram nesta terça-feira (10) que a Polícia Federal investigue o autor dos áudios gravados durante o voo que levava o ex-presidente Lula para Curitiba; "Consideramos que os áudios incitando a violência contra Lula é um crime e entendemos que é necessário que haja apuração e punição ao autor ou autores", pontuou Luciana

Brasília - Deputada Luciana Santos (PCdoB/PE) durante sessão de discussão do processo de impeachment de Dilma, no plenário da Câmara (Wilson Dias/Agência Brasil)
Brasília - Deputada Luciana Santos (PCdoB/PE) durante sessão de discussão do processo de impeachment de Dilma, no plenário da Câmara (Wilson Dias/Agência Brasil) (Foto: Aquiles Lins)

247 - A presidente nacional do PCdoB, deputada Luciana Santos (PE), as vice-líderes da Minoria na Câmara, Jandira Feghali (RJ) e Jô Moraes (MG) e a senadora Vanessa Grazziotin (AM) pediram nesta terça-feira (10) que a Polícia Federal investigue o autor dos áudios gravados durante o voo que levava o ex-presidente Lula para Curitiba.

De acordo com Luciana Santos, há indícios de crime e é preciso que haja investigação. "Consideramos que os áudios incitando a violência contra Lula é um crime e entendemos que é necessário que haja apuração e punição ao autor ou autores", pontuou Luciana. Luciana informou que também acionará a Procuradoria Geral da República para que tome providências sobre o episódio.

No documento apresentado à PF, a legenda cita as frases que geraram o pedido de investigação: "manda esse lixo janela abaixo aí" e "leva e não traz nunca mais". Para o PCdoB, os áudios incitavam os aeronautas ou controladores de tráfego aéreo ao "crime de homicídio contra o ex-presidente Lula".

"A FAB chegou a emitir nota dizendo que não se tratavam de funcionários da instituição, mas o que nos importa é que a investigação seja feita. Achamos estranho que qualquer cidadão possa invadir uma frequência de voo. Então, é preciso que se apure o que houve", afirmou a deputada Jô Moraes.

Segundo a deputada Jandira Feghali, a indicação é de que a PF encaminhará as investigações. Segundo ela, os áudios demonstram a polarização política no país.

"São áudios que incitam a agressão e a morte de Lula, além dos rojões lançados quando estavam saindo. São vidas que estão sendo colocadas em risco, além de Lula havia o piloto, o agente da PF. Isso é crime político. Num ambiente desses, se não se apura o que houve e se não há punição, esse tipo de ato pode aumentar. Por isso é tão importante que a PF instaure o inquérito e apure os fatos", afirmou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247