Pesquisas são unânimes: Lula pode levar no primeiro turno; além dele, só existe Bolsonaro

A rodada de pesquisas aberta em 26 de julho com Vox Populi e que teve continuidade com MDA e Ibope indica: a estratégia das elites de sufocar Lula e lançá-lo ao ostracismo com a prisão em Curitiba é um completo fracasso; Lula parece massa de pão: quanto mais bate, mais cresce; a pesquisas anotam que ele tem enorme chance de ser eleito no primeiro turno; além del Lula, a corrida eleitoral tem só mais um protagonista por enquanto, Bolsonaro; os demais candidatos são até aqui figurantes

Pesquisas são unânimes: Lula pode levar no primeiro turno; além dele, só existe Bolsonaro
Pesquisas são unânimes: Lula pode levar no primeiro turno; além dele, só existe Bolsonaro

247 - A rodada de pesquisas aberta em 26 de julho com Vox Populi e que teve continuidade nesta segunda (21) com MDA e Ibope será completada amanhã, quarta, com DataFolha. Será possível então ter um cenário desta fase da campanha eleitoral. Mas já é possível concluir: a estratégia das elites de sufocar Lula e lançá-lo ao ostracismo com a prisão em Curitiba é um completo fracasso. Lula parece massa de pão: quanto mais bate, mais cresce. As três pesquisas já veiculadas indicam que o ex-presidente tem enorme chance de ser eleito no primeiro turno. E, além dele, a corrida eleitoral tem apenas mais um protagonista por enquanto: Jair Bolsonaro. Os demais candidatos são até aqui figurantes.

Veja o quadro das três pesquisas:

Outro dado comum às pesquisas é o forte crescimento de Lula; na pesquisa VoxPopuli, ele havia subido 2 pontos percentuais entre maio e julho; aparentemente, o crescimento acelerou-se, com um salto de 4,9 pontos percentuais na pesquisa MDA (maios agosto) e 5 pontos percentuais na pesquisa Ibope (julho/agosto). No caso das duas pesquisas de ontem, capturou-se o efeito das medidas arbitrárias suplementares contra Lula, como a proibição de participação em debates e entrevistas e, ainda que apenas em parte, a repercussão da decisão da ONU de exigir sua participação no processo eleitoral: a decisão das Nações Unidas veio à luz no dia 17 último, enquanto o campo das pesquisas foi feito entre 15 e 18 de agosto (MDA) e 17 e 19 de agosto (Ibope).

Há uma diferença entre os dados apurados pela pesquisa Vox Populi em relação às do MDA e Ibope. Mas as três capturam o mesmo movimento. As próximas rodadas talvez permitam identificar quem está mais próximo do cenário do eleitorado. E que venha do DataFolha, nesta quarta (22).

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247