Petroleiros da FNP participam de plenária contra reforma trabalhista

Os principais sindicatos metalúrgicos do país vão realizar nesta sexta-feira (29), a partir das 9 horas, a Plenária Nacional dos Trabalhadores da Indústria. A ideia é debater a organização da luta e da resistência contra as reformas e ataques do governo Temer e dos patrões; "A Plenária visa unir a classe trabalhadora e impedir a implantação da reforma trabalhista, além de apontar estratégia para enfrentar o governo Temer ", afirma Eduardo Henrique, dirigente da FNP/Sindipetro-RJ

Os principais sindicatos metalúrgicos do país vão realizar nesta sexta-feira (29), a partir das 9 horas, a Plenária Nacional dos Trabalhadores da Indústria. A ideia é debater a organização da luta e da resistência contra as reformas e ataques do governo Temer e dos patrões; "A Plenária visa unir a classe trabalhadora e impedir a implantação da reforma trabalhista, além de apontar estratégia para enfrentar o governo Temer ", afirma Eduardo Henrique, dirigente da FNP/Sindipetro-RJ
Os principais sindicatos metalúrgicos do país vão realizar nesta sexta-feira (29), a partir das 9 horas, a Plenária Nacional dos Trabalhadores da Indústria. A ideia é debater a organização da luta e da resistência contra as reformas e ataques do governo Temer e dos patrões; "A Plenária visa unir a classe trabalhadora e impedir a implantação da reforma trabalhista, além de apontar estratégia para enfrentar o governo Temer ", afirma Eduardo Henrique, dirigente da FNP/Sindipetro-RJ (Foto: Aquiles Lins)

Portal Vermelho - Os principais sindicatos metalúrgicos do país vão realizar nesta sexta-feira (29), a partir das 9 horas, a Plenária Nacional dos Trabalhadores da Indústria. A ideia é debater a organização da luta e da resistência contra as reformas e ataques do governo Temer e dos patrões.

Dirigentes da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), por entender a profundidade da crise política e os dias de instabilidade que vive a população brasileira, vão se unir aos tantos outros trabalhadores industriais para defender os direitos de todos e a adoção de um calendário de manifestações contra a reforma trabalhista.

"A Plenária visa unir a classe trabalhadora e impedir a implantação da reforma trabalhista, além de apontar estratégia para enfrentar o governo Temer ", afirma Eduardo Henrique, dirigente da FNP/Sindipetro-RJ.

O evento será no CMTC Clube, na Avenida Cruzeiro do Sul, 808, na Armênia, São Paulo. Dirigentes sindicais e ativistas de várias categorias também estarão presentes.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247